h1h2h3h4h5

  • ico YouTube
  • ico Issuu

Teses/Papers sobre as Bacias PCJ

"Sistemas hídrico e territorial integrados a partir do eixo do Rio Jundiaí", Luci Merhy Martins Braga, Universidade Estadual de Campinas, 2017.

"Comitês de Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí: uma análise da Câmara Técnica de Educação Ambiental", Jéssica Prudêncio Trujillo Souza, Universidade Estadual de Campinas, 2016.

"Uma avaliação da política brasileira de recursos hídricos baseada em dez casos de estudo", Wilde Cardoso Gontijo Junior, Faculdade de Tecnologia da Universidade de Brasília, 2013.

 "A dinâmica temporal da vulnerabilidade ambiental do Sistema Cantareira: o caso de duas sub-bacias hidrográficas formadoras do Reservatório Jaguari-Jacareí", Giovana Dominicci Silva, Escola de Engenharia de São Carlos, 2012.

 Avaliação dos Instrumentos de Políticas Públicas (ênfase na bacia do Corumbataí)
Avaliação dos instrumentos de políticas públicas na conservação integrada de florestas e águas, com estudo de caso na Bacia do Corumabataí/SP. Dissertação de Doutorado do Sr. Ricardo Augusto Pessoa Braga; Escola de Engenharia de São Carlos da Universide de São Paulo (USP); São Carlos; 2005.

 Avaliação Política Estadual
Avaliação da Política Estadual de Recursos Hídricos de São Paulo nas Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiai. Dissertação de Doutorado do Sr. Giuliano Marcon; USP - Faculdade de Saúde Pública - Saúde Ambiental; 2005.

 Bacia do Ribeirão dos Marins
Diagnóstico ambiental e análise temporal da adequabilidade do uso e cobertura do solo na bacia do Ribeirão dos Marins, em Piracicaba (SP). Dissertação de Mestrado da Sra. Catia Andersen Casagrande; Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ) da Universide de São Paulo (USP); Piracicaba; 2005.

 Bacia do Rio Jundiaí
Análise integrada aplicada à exploração de água subterrânea na Bacia do Rio Jundiaí (SP). Dissertação de Doutorado da Sra. Mirna Aparecida  Neves; UNESP - Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE) - Campus Rio Claro; 2005.

- Banco de Dados Limnológicos:

TeseMirna_1_Capa: Capa (PDF, 20 Kb)

TeseMirna_2_Indice: Índices e Resumo (PDF, 54 Kb)

TeseMirna_3_Introd: Capítulo 1 - Introdução (PDF, 1.855 Kb)

TeseMirna_4_Metodo: Capítulo 2 - Material e Métodos (PDF, 72 Kb)

TeseMirna_5_Caract_Area: Capítulo 3 - Caracterização da Área (PDF, 1.362 Kb)

TeseMirna_6_Estrut_Area : Capítulo 4 - Geologia Estrutural da Área (arquivo único - PDF, 125.936 Kb)

- Ou arquivo fragmentado:

TeseMirna_6_Estrut_Area_parte1: Arquivo parte 1  (PDF, 4.196 Kb)

TeseMirna_6_Estrut_Area_parte2: Arquivo parte 2  (PDF, 23.818 Kb)

TeseMirna_6_Estrut_Area_parte3: Arquivo parte 3  (PDF, 43.077 Kb)

TeseMirna_6_Estrut_Area_parte4: Arquivo parte 4  (PDF, 39.170 Kb)

TeseMirna_6_Estrut_Area_parte5: Arquivo parte 5  (PDF, 15.703 Kb)

TeseMirna_6_Estrut_Area_parte6: Arquivo parte 6  (PDF, 4.606 Kb)

TeseMirna_7_Hidro_Crist: Capítulo 5 - Hidrogeologia de Rochas Cristalinas (PDF, 576 Kb)

TeseMirna_8_Hidro_Area: Capítulo 6 - Hidrogeologia da Área (PDF, 25.537 Kb)

TeseMirna_9_Integracao: Capítulo 7 - Integração de Dados Geológicos-Estruturais e Hidrogeológicos (PDF, 3.163 Kb)

TeseMirna_10_Discu_Conclu: Capítulo 8 - Discussão e Conclusões (PDF, 1.561 Kb)

TeseMirna_Referencias: Referências (PDF, 79 Kb)

- Apêndices:

TeseMirna_Capa_Apendices: Apêncide C - Lista de poços tubulares profundos (PDF, 7 Kb)

TeseMirna_Apendice-A: Mapa Geológico (PDF, 1.531 Kb)

TeseMirna_Apendice-B: Mapa de localização dos poços tubulares profundos (PDF, 715 Kb)

TeseMirna_Apendice-C1: Sistema Aqüífero Cristalino (PDF, 111 Kb)

TeseMirna_Apendice-C2: Sistema Aqüífero Tubarão (PDF, 15 Kb)

TeseMirna_Apendice-C3: Poços Mistos (PDF, 13 Kb)

 

 Ciência e Tecnologia
Tutela do Estado sobre os Recursos Hídricos - Aspectos Jurídicos Punitivos. Trabalho do Sr. José Roberto Guedes de Oliveira; 2004.

Indicadores do potencial de gestão municipal de recursos hídricos
Indicadores do potencial de gestão municipal de recursos hídricos. Dissertação de Mestrado da Sra. Graziele Muniz Miranda; Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho- Instituto de Geociências e Ciências Exatas (UNESP); Rio Claro; 2012.

 Informações para Agenda 21
Produção e Disseminação da Informação Ambiental diante da AGENDA 21: Um Estudo do Sistema de Informação das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. Dissertação de Mestrado da Sra. Rosilma Mirtes dos Santos Roballo; PUC-Campinas - Pontifícia Universidade Católica de Campinas - Centro de Ciências Sociais Aplicadas; 2003. Dissertação e Apêndice H

 Reflexões sobre a água
Reflexões sobre a água: uma contribuição ao CBH-PCJ. Dissertação de Pós-Graduação do Sr. José Roberto Guedes de Oliveira; Faculdade de Direito de Itú; 2003.

 Reservatório de Barra Bonita
Geotecnologias aplicadas à análise espaço temporal do uso e cobertura da terra e qualidade da água do Reservatório de Barra Bonita, SP, como suporte à gestão de Recursos Hídricos. Dissertação de Doutorado da Sra. Rachel Bardy Prado; USP - Escola de Engenharia de São Carlos - Ciências da Engenharia Ambiental; 2004.

 Reservatório de Salto Grande
Análise do aporte, da taxa de sedimentação e da concentração de metais na água, plâncton e sedimento do reservatório de Salto Grande, Americana - SP. Dissertação de Doutorado do Sr. Maurício Augusto Leite; USP - Escola de Engenharia de São Carlos - Ciências da Engenharia Ambiental; 2002.

 Rio Capivari
Avaliação de Alterações em Redes de Drenagem de Microbacias como Subsídio ao Zoneamento Geoambiental de Bacias Hidrográficas: Aplicação na Bacia Hidrográfica do Rio Capivari - SP. Disseração de Doutorado do Sr. Eduardo Goulart Collares; USP - Escola de Engenharia de São Carlos - Geotecnia; 2000.

 Relações entre o Poder Público e a Sociedade
Relações entre o Poder Público e a Sociedade na gestão dos recursos hídricos: o caso do COnsórcio Intermunicipal das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. Dissertação de Doutorado da Sra. Maria Castellano; USP - Ciência Ambiental - PROCAM; 2007.

 Sistema de Gestão de Recursos Hídricos
Sistema de Gestão de Recursos Hídricos Através de Sistema de Gestão Ambiental (SGA) em Áreas de Proteção Ambiental Municipais (APA ou APAM). Trabalho do Sr. José Roberto Guedes de Oliveira apresentado no Instituto de Geociências - IG da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP; 2003.

 Sistema Cantareira: desafios da gestão compartilhada
Capital social e ação coletiva na gestão das bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí: os desafios da gestão compratilhada do Sistema Cantareira - SP. Dissertação de Mestrado da Sra. Fabiana Barbi; USP - Ciência Ambiental; 2007.

 Effects of land use in water chemistry and macroinvertebrates in two streams of the Piracicaba river basin, south-east Brasil.

 DOCUMENT. In Brazil most of the urban sewage is dumped without treatment into rivers. Because of this, it is extremely important to evaluate the consequences of organic matter rich sewage on the structure and functioning of river ecosystems. In this study we investigated the effects of urban sewage on the dissolved oxygen (O2), dissolved inorganic (DIC) and organic carbon (DOC), and electrical conductivity (EC) in 10 small streams of the Piracicaba River basin, southeast region of Brazil. In the Piracicaba River basin, which is one of the most developed regions of the country, only 16% of the total sewage load generated is treated. These streams were classified into two groups, one with heavy influence of urban sewage and another with less influence. Both concentrations and seasonal variability were distinct between the two groups. The streams that received sewage effluent had a combination of low O2 with high DIC, DOC, and EC. In the polluted streams, concentrations of dissolved carbon forms and EC were higher and O2 concentration lower during the low water period. In the less polluted streams seasonal variations in concentrations were small. We also investigated the efficiency of a sewage treatment plant installed two years ago in the catchment of one of these streams. It was observed an increase in the O2 concentration after the beginning of the treatment, and a decrease of DIC and DOC concentrations especially during the low water period. However, no significant change was observed in the EC, suggesting that the concentrations of major ions is still unaltered, and that a secondary treatment is necessary in order to reduce ion load into the stream.

 DOCUMENT. Anthropogenic N inputs and riverine export were determined for a meso-scale river basin in one of the most developed and economically important regions of South America. The Piracicaba River basin is located in southeastern Brazil and drains into a tributary of the Paraná River. The basin supports over 3 million people (about 2% of the population of Brazil) with intensive agricultural and industrial activities. During two years from 1995 to 1997, biweekly samples were collected at 10 stations along the Piracicaba River and its tributaries for analyses of dissolved and particulate N. The average annual flux of dissolved inorganic N and total N increased by a factor of 15 and 20 times, respectively, from the headwaters to the lower reaches of the main channel, whereas discharge increased by only 7 times. On a per area basis, the export of TN varied according to land use and was significantly correlated to the net input of anthropogenic N. Among 10 sub-catchments composing the basin, areas mostly covered by pasture and forest had the lowest export, whereas more agricultural and urban areas had higher export. The amount of N exported from each sub-catchment varied widely, but inputs were consistently higher than fluvial outputs. Losses and retention of N occurred throughout the basin but were especially high in the sub-catchment with a main-stem reservoir, suggesting that aquatic processing plays an important role in controlling riverine N export. Total net anthropogenic input to the Piracicaba River basin was 4,500 (± 900) kg N km-2 yr-1 of which about 40% was exported via fluvial outputs.

 DOCUMENTO. Os parâmetros: volume de esgoto gerado, volume de esgoto tratado, cargas poluidoras domiciliar potencial e remanescente, cargas equivalentes de carbono e nitrogênio foram estimados neste estudo a partir dos dados populacionais do censo 2000 do IBGE para todos os municípios do Estado de São Paulo bem como as bacias hidrográficas dos rios Piracicaba, Mogi-Guaçu, Turvo, Peixe, Aguapeí, São José dos Dourados, Itapetininga, Apiaí, Taquari e Paranapanema,. Para essas estimativas foram levados em consideração o nível de atendimento das populações pela existência de redes coletoras de esgoto e a existência ou não de algum tipo de tratamento de esgoto em cada município do Estado. Todas essas estimativas encontram-se disponíveis em . Apesar da preocupação histórica do Governo Paulista com saneamento básico, somente 17% do esgoto gerado no Estado sofre algum tipo de tratamento prévio. Portanto, a carga domiciliar remanescente é extremamente elevada. Esse aporte extra de matéria orgânica causa mudanças profundas nos corpos hídricos receptores. Dentre as bacias hidrográficas acima citadas, a bacia do rio Piracicaba é a mais severamente afetada por despejos de esgoto doméstico, seguida pelas bacias dos rios Mogi e Turvo. Por outro lado, as bacias do Alto Paranapanema (Itapeteninga, Apiaí, Taquari e Paranapanema) são as menos afetadas.

 "LEI NACIONAL DE SANEAMENTO BÁSICO - Perspectivas para as políticas e a gestão dos serviços públicos": Prestação dos serviços públicos de saneamento básico. Coletânea. Livro I / Livro II / Livro III, Ministério das Cidades/SNSA, 2009.

 "AQÜÍFERO GUARANI: ASPECTOS LEGAIS E INSTITUCIONAIS DA GESTÃO" - Matéria do Dr. Cid Tomanik Pompeu publicada na Revista dos Tribunais, vol. 881, Mar/09.

 "AJUSTE DO MODELO QUAL2K E SIMULAÇÃO DE CENÁRIOS PARA O RIBEIRÃO CLARO, NA BACIA DO RIO CORUMBATAÍ". Wagner Cleyton Fonseca, IGCE/UNESP/Rio Claro, 2008.

 "O DIREITO DAS ÁGUAS NO BRASIL": Trabalho apresentado pelo Dr. Cid Tomanik Pompeu no "I Congresso Brasileiro de Direito de Águas", realizado em Fortaleza, em Nov/08.