h1h2h3h4h5

Programa de Água e Esgoto de Minas Gerais garante benefícios em Camanducaia

Camanducaia

Camanducaia é mais um município beneficiado pelo Programa Água da Gente. O vice-governador do Estado assinou, no dia 27 de abril, a Ordem de Serviço autorizando a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) a dar início às obras de expansão da capacidade de atendimento do sistema de esgotamento sanitário da cidade.

Com investimentos da ordem de R$ 10,2 milhões, o empreendimento prevê a implantação de mais de 5,8 quilômetros de redes coletoras, 3,2 quilômetros de interceptores, estações elevatórias, novas ligações, além da construção de uma moderna e completa Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), com capacidade para tratar todo o esgoto coletado na cidade.

Segundo o diretor de Operação da Copasa, Paulo Fernando Rodrigues Lopes, essas obras, além de dar qualidade de vida para a população, são de grande importância para garantir a melhoria das águas que vão para o estado de São Paulo. “Camanducaia faz parte das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (Bacias PCJ). E, essas obras são de fundamental importância para a capital e para as cidades do interior do estado, que são usuárias desses mananciais”, explicou. O diretor ressaltou, ainda, que parte destas obras tem a parceria da Agência das Bacias PCJ e Comitês PCJ.

O Água da Gente, lançado pelo Governo de Minas Gerais, no ano do cinquentenário da Copasa, é o maior programa de saneamento básico da história do Estado. Ao todo, serão investidos, até 2016, R$ 4,5 milhões nas 625 cidades em que a empresa atua, beneficiando cerca de 15,2 milhões de pessoas com abastecimento de água e 10,1 milhões com esgotamento sanitário.

Serão implantados 5,8 milhões de redes de água e de esgoto e construídas 107 Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs). Ao final do programa, o tratamento de esgoto em Minas Gerais subirá do atual índice de 66% do esgoto coletado para 85%.