h1h2h3h4h5

Rio Jundiaí: trecho é enquadrado para Classe 3


 

Nota Informativa do CRH, de Outubro/2014, clique aqui para ler ...


 

 

Rio Jundiaí passa a ser considerado como de classe 3

O rio Jundiaí, que tinha trecho legalmente enquadrado na Classe 4, passa a ter um trecho considerado como de Classe 3 na proposta aprovada pelos Comitês PCJ (Comitês das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí: CBH-PCJ, PCJ FEDERAL E CBH-PJ).

A decisão fundamenta-se na melhoria dos indicadores de qualidade da água observados no rio.

Com a alteração de classe, passa a ser viável o uso da água para finalidade de abastecimento público, após o devido tratamento. Tal uso não é possível para rios enquadrados na Classe 4, conforme se visualiza na figura abaixo.

 ClassificacaoRios

Indaiatuba e Itupeva são os municípios diretamente interessados, sendo que, segundo dados de 2008 do Plano das Bacias PCJ, têm respectivamente cerca de 201 mil habitantes e 45 mil habitantes.

A sub-bacia do Jundiaí possui partes dos territórios dos seguintes municípios: Atibaia, Cabreúva, Campo Limpo Paulista, Indaiatuba, Itupeva (já referidas), Itatiba, Jarinu, Jundiaí, Mariporã, Salto e Várzea Paulista.

A proposta de modificação rfere-se ao trecho do rio Jundiaí compreendida da foz do ribeirão São José (Município de Itupeva) até a foz do córrego Barnabé (divisa entre os municípios de Indaiatuba e Salto), com uma extensão aproximada, de 32.000 mil metros.