h1h2h3h4h5

Reunião: Monitoramento das áreas de produção de água do Sistema Cantareira - 23/09/14

REUNIÃO DE MONITORAMENTO HIDROLÓGICO NAS ÁREAS DOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE ÁGUA DOS SISTEMAS CANTAREIRA E A.TIETÊ

 RMSP ImgSatelite
Imagem de satélite da Região Metropolitana de São Paulo

DIA: 23 DE SETEMBRO
LOCAL: SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE DE EXTREMA, MG
HORA: 10:00 – 16:00 HS

 

A IMPORTÂNCIA DO MONITORAMENTO HIDROLÓGICO EM INICIATIVAS COMO O CONSERVADOR/PRODUTOR DE ÁGUA PARA A SEGURANÇA HÍDRICA

 

Os serviços ecossistêmicos hidrológicos desempenhados por áreas de vegetação natural (remanescentes ou restauradas), tais como a “filtragem natural” da água da chuva, a retenção de sedimentos, e o incremento da infiltração de água no solo (aumentando a recarga e a vazão de base) são de fundamental importância para o atendimento das crescentes necessidades hídricas da sociedade moderna.  Porém estes processos naturais que favorecem a disponibilidade de água em quantidade e qualidade adequadas ao consumo humano vêm sendo ameaçados em muitas bacias hidrográficas pela contínua degradação dos ecossistemas, decorrente de fatores como expansão agrícola e urbana desordenada, extração excessiva de recursos naturais, e a poluição relacionada às atividades econômicas tradicionais.

Considerando este panorama, a estratégia do Projeto Produtor/Conervador de Água se baseia na premissa de que as atividades conduzidas (ações de conservação e restauração da vegetação nativa, conservação de solos e adequação de estradas) favorecerão a manutenção ou incremento dos serviços ecossistêmicos que garantem a qualidade e a quantidade dos recursos hídricos que drenam as bacias contempladas.

Sendo assim, é de suma importância que parâmetros biológicos e físicos sejam monitorados para se detectar a influência das mudanças de cobertura e manejo do solo promovidas pelos projetos Conservador/Produtor de Água. Especialmente considerando que a Região Metropolitana de São Paulo – RMSP que tem mais de 20 milhões de habitantes e representa mais de 20% do PIB brasileiro enfrenta a sua pior crise hídrica.

OBJETIVO DA REUNIÃO

O componente de monitoramento dos projetos Conservador/Produtor de Água deve desempenhar o importante papel de avaliar com segurança a ocorrência de mudanças positivas e significativas na oferta de serviços ecossistêmicos hidrológicos, que de acordo com a literatura científica relacionada podem ser beneficiadas com o aumento da cobertura vegetal nativa, o manejo correto dos solos, e a adequação de estradas rurais.

Dessa forma, o objetivo da reunião é identificar as iniciativas de monitoramento hidrológico que estão sendo realizadas nessas regiões, identificando lacunas e potenciais sinergias entre as diferentes instituições no futuro a fim de alavancar e replicar os projetos Produtor de Água em outras áreas prioritárias.

PROGRAMAÇÃO

10:00 ABERTURA:

 - Devanir Garcia dos Santos – Agência Nacional de Águas

- Paulo Henrique Pereira–  Secretário de Meio Ambiente de Extrema, MG

10:15 – APRESENTAÇÃO DAS INICIATIVAS DEMONITORAMENTO HIDROLÓGICO QUE ESTÃO OCORRENDO NA REGIÃO - AS AÇÕES DE MONITORAMENTO HIDROLÓGICO EM ANDAMENTO:

- ANA E PREFEITURA DE EXTREMA – DEVANIR DOS SANTOS

- CEMADEN – MÁRIO MENDIONDO E REGINA ALVALA

- USP – CENA – PLÍNIO CAMARGO

- EMBRAPA – RICARDO FIGUEIREDO E MARIA LUCIA

- UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS – PROF. MARX LEANDRO NAVES SILVA

- USP – IAG – PROF. HUMBERTO ROCHA

- THE NATURE CONSERVANCY – PAULO PETRY E EILEEN ACOSTA

- IAC / FUNDAG – RINALDO DE OLIVEIRA CALHEIROS

 12:00 HS - DISCUSSÃO

12:30 HS  - 14:00 HS ALMOÇO

 14:00 – 15:30 HS DEBATE E ENCAMINHAMENTOS

 16:00 HS – ENCERRAMENTO